Oncologia

Leilão O Agro Abraça a Santa Casa arrecada R$ 102 mil

Publicado 26 de agosto de 2019
Leilão O Agro Abraça a Santa Casa arrecada R$ 102 mil

Uma grande confraternização marcada pela solidariedade. Na noite de sábado (24 de agosto), o Assado do Bem promoveu o leilão beneficente O Agro Abraça a Santa durante a Expointer. Com o objetivo de arrecadar recursos para a aquisição de um ecógrafo para a Santa Casa de Misericóridoa, equipamento destinado a prevenção do câncer de mama, o evento alcançou a marca de R$ 102 mil com a venda de 25 lotes.

Devido ao grande número de doações, o leilão segue no site da Parceria Leilões (www.parcerialeiloes.com.br) com a comercialização de lotes de coberturas de equinos Crioulos e Árabe, de sêmen e embriões Angus, Brangus, Hereford, Braford, Devon, Charolês e Wagyu, além de um casal de galinhas Rosecomb e dois lotes especiais: um mês de escola de equitação no Referencial Centro Equestre e o quadro "Touros Angus", produzido pelo fotógrafo Gabriel Olivera, da Agência El Campo. A meta, estima o leiloeiro Fábio Crespo, é elevar o faturamento para um valor próximo a R$ 200 mil.

Organizado pela Santa Casa e pela Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac) com apoio das associações de criadores, Federação da Agricultura do RS (Farsul), núcleos jovens de diferentes raças, empresas e profissionais liberais, o leilão foi considerado um grande sucesso não apenas pelo valor arrecadado. “O leilão criou uma corrente do bem, alicerçada em pessoas que vieram prestigiar esse trabalho coletivo em prol da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre”, frisou Crespo. E lembrou que há muitas outras instituições no interior necessitando de apoio semelhante. “Qualquer real pode ajudar a salvar uma vida. E, se ajudar a salvar ao menos uma vida, já valeu tudo”.

Comovido com o apoio e sensibilidade do campo, o provedor da Santa Casa, Alfredo Englert, reforçou a importância desse movimento dos criadores, o que classificou como uma “cadeia de gente do bem”. “Quando viemos aqui sentimos um banho de solidariedade. Isso nos dá ânimo para continuar trabalhando”.

Organizador da iniciativa ao lado da Santa Casa, o presidente da Febrac, Leonardo Lamachia, pontuou que, além da importância econômica, a pecuária confirma, em ações como essa, sua relevância social e cultural. “A pecuária brasileira é a maior pecuária comercial do mundo e com ações como esta quem sabe possa ser, também, a mais solidária do mundo. A pecuária tem importância econômica, social e cultural. Aqui estamos dando uma demonstração que temos grande importância social". Lamachia concluiu agradecendo aos criadores presentes e à mobilização das comissões jovens. “Agradecemos a todas as associações que se mobilizaram e doaram sêmen e embriões e itens diversos para esse leilão de hoje”. Ainda referendou a ação de Fábio Crespo, que incitou o setor a realizar a iniciativa.

O Assado do Bem contou com a presença do presidente da Farsul, Gedeão Pereira, do secretário estadual da Agricultura, Covatti Filho, do senador Luis Carlos Heinze e diversos dirigentes de associações de raça e lideranças. Os participantes do Assado do Bem degustaram carne bovina e linguiças preparadas pelo expert do churrasco Marcelo Bolinha. No comando das churrasqueiras, destaque para o parceiro do assado, o chef Christiano Santiago Saint Pierre. Segundo ele, foram consumidos 30 quilos de linguiça e 40 quilos de cortes bovinos.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Febrac.


84 visualizações

Doe hoje e ajude os Amigos da Boa Causa